Acesso Facil
Buscar

Notícias

Corporativo

Moto Honda da Amazônia atinge a marca de 2 milhões de motos flex produzidas 
31/8/2012 10:05 
  • Compartilhar link


A Moto Honda da Amazônia acaba de atingir um marco muito importante. Hoje foi comemorada em sua fábrica, em Manaus, a produção da moto flex de número dois milhões. O volume de produção foi alcançado apenas três anos após o início da comercialização dos modelos flex pela Honda. Em 2009, a empresa foi pioneira ao lançar a CG 150 Titan Mix, primeira moto flex do mundo.

Desde então a Honda vem ampliando ano a ano a sua linha de motos bicombustíveis. Hoje são 4 modelos flex, a NXR 150 Bros, a CG 150 Fan e a Biz 125, além da CG 150 Titan, que juntos representam aproximadamente 60% das vendas da empresa. Apenas em 2012 mais de 470 mil motocicletas flex já foram comercializadas.

Segundo Issao Mizoguchi, presidente da Moto Honda da Amazônia, “atingir a marca de dois milhões de motos flex produzidas é o sucesso de um projeto que iniciamos há mais de seis anos, com o desenvolvimento da CG 150 Titan Mix. O lançamento foi uma importante inovação tecnológica no segmento, que contribui para a redução de emissões, compromisso global da marca. Além disso, proporciona aos motociclistas liberdade de escolha do combustível, de acordo com o melhor custo benefício”.  Issao lembra ainda que o uso de combustíveis alternativos para motocicletas não é novidade para a Honda, que na década de 80 produziu motos movidas exclusivamente a etanol.

O motor flex para motos foi desenvolvido especialmente para atender a demanda do mercado brasileiro, atualmente 4º maior em vendas dentre aqueles onde a Honda atua. O projeto, desenvolvido no Japão com participação de engenheiros brasileiros, também teve como objetivo o desenvolvimento de um motor com o menor impacto possível ao meio ambiente, dada a natureza renovável do etanol e a sua disponibilidade no país. O objetivo foi alcançado e o motor flex desenvolvido pela Honda libera 10% menos monóxido de carbono que o motor movido apenas à gasolina.

Com o sucesso da tecnologia e ótima aceitação dos consumidores brasileiros, a expectativa da empresa é ampliar a linha de modelos nacionais bicombustíveis nos próximos anos.

Sobre a Honda no Brasil - Presente no país desde 1971, quando começou a importar, e em seguida a produzir motocicletas em Manaus (AM), a Honda é atualmente a maior fabricante de motos do País. Em 2011, a empresa atingiu a marca acumulada de 17 milhões de unidades produzidas. Em 1992, a empresa entrou no competitivo mercado automobilístico brasileiro também por meio de importações e, a partir de 1997, com a produção nacional de automóveis no município de Sumaré (SP), tendo alcançado recentemente o volume de um milhão veículos produzidos. Desde 2001, a empresa também fabrica no Brasil três modelos de motores estacionários, além de comercializar geradores, motobombas, roçadeiras, cortadores de grama e motores de popa importados de outras fábricas da marca no mundo.



Mais Informações (Corporativo): FSB Comunicações
11 3165-9596

Flávio Simonetti  
11 3165.9575
11 9393.2161
flavio.simonetti@fsb.com.br

Thiago Dias
11 3165.9741
Thiago.dias@fsb.com.br