Honda Energy alcança o melhor resultado de geração de energia em sua história

A Honda Energy, subsidiária da Honda Automóveis do Brasil dedicada à gestão do parque eólico da marca, gerou 10.224 MWh de energia no mês de outubro, o que representa o recorde histórico de geração desde a inauguração do empreendimento, em 2014.

Com esse resultado, a geração acumulada do parque está em 520 mil MWh. A produção de energia eólica acontece em Xangri-Lá (RS) e, por meio do Sistema Interligado Nacional, chega às fábricas de automóveis da Honda, no interior de São Paulo. A iniciativa já permitiu que 826 mil automóveis da marca fossem produzidos com energia elétrica limpa e renovável.

Desde o início do projeto, há sete anos, mais 39 mil toneladas de CO2 deixaram de ser emitidas no meio ambiente. A iniciativa contribui para a meta global da Honda de atingir a neutralidade de carbono em seus produtos e atividades corporativas até 2050.

“Essa época do ano é um momento favorável para os bons ventos, por isso, ficamos satisfeitos com o recorde de geração da Honda Energy. Cada vez mais a energia eólica tem ganhado relevância no país e hoje já representa mais de 10% da matriz elétrica brasileira. Para a Honda, investir em inovação sustentável é a melhor maneira de respeitar o meio-ambiente e proporcionar um futuro melhor para as próximas gerações.”, afirma Otavio Mizikami, Presidente da Honda Energy e Vice Presidente Industrial da Honda Automóveis.

A Honda é a única empresa do setor automotivo nacional a possuir um parque eólico próprio e alcançar a autossuficiência em energia elétrica limpa e renovável.

 

Sobre a Honda Energy

Localizado na cidade de Xangri-Lá (RS), o parque eólico Honda Energy conta com dez aerogeradores, resultando em uma capacidade instalada de 31,7 megawatts (MW). Em uso pleno, o empreendimento alcança a geração de 94.000 MWh/ano.

A energia proveniente da Honda Energy supre toda a demanda de energia elétrica das unidades fabris de automóveis, no interior paulista, além de atender também o escritório administrativo em São Paulo (SP).