Encontrar uma concessionária

Apps para trabalhar com sua moto

Na prática

Dicas de pilotagem, segurança e muito mais. Para você melhorar o desempenho e a performance e ainda ter mais prazer a bordo da sua motocicleta.

Apps para trabalhar com sua moto

Na prática 16/11/2020

IFood, Loggi, Uber Eats, Rappi, Click Entregas... seria preciso ser de um outro planeta para não saber o que estes nomes significam. Eles estão entre os mais populares aplicativos de entregas de moto do país, que de alguns anos para cá fazem parte da rotina de muitos brasileiros, seja dos que usam o serviço como daqueles que prestam o serviço.

Através de uma moto, do celular e da necessidade de trabalhar, muitos estão garantindo seu sustento à base das entregas. Parte o faz pela carência de emprego formal, outros para complementar renda, mas, cada vez mais gente decide ganhar a vida ao guidão, explorando a incomparável agilidade e economia das motocicletas.

As atividades de entregas de moto, o “delivery”, cresceram nestes tempos de pandemia. As pessoas definitivamente se renderam à comodidade de receber o que seja – comida, roupa, remédio... a lista é infinita! – na porta de casa. Porém, quem escolhe trabalhar fazendo entregas com motos vai encarar prós e contras, como em qualquer atividade profissional: determinar seu próprio horário de trabalho, se livrar das quatro paredes de um escritório e de chefes chatos é bom, mas entregador de aplicativos não tem registro em carteira, férias remuneradas e nem 13º salário.

Vale a pena? Pois bem: a demanda por serviços de delivery só cresce e não é raro encontrar iniciantes na função conseguindo faturar 2-3 mil reais mensais trabalhando seis dias por semana. Com a prática e habilidade derivada da experiência, este ganho pode aumentar. Mas, atenção! Não basta apenas saber andar bem de moto. Os principais aplicativos têm critérios rígidos para selecionar os candidatos, pois sabem que o sucesso do negócio depende do ser humano que está na ponta final do esquema todo, e você só fará bem o que gostar de fazer.

Cumprir exigências é o primeiro passo ao preencher o cadastro no aplicativo para se candidatar a entregador. As mais evidentes são: ter moto dentro do padrão, ter mais de 18 anos e ser habilitado na categoria A. Abaixo, três dicas importantes para considerar antes de tomar qualquer decisão:

1) Pesquise antes de decidir: o sucesso nesta atividade depende muito de sua dedicação e da região onde você for atuar. Como saber antes de começar? Converse com gente que já trabalha na área.

2) A moto como ferramenta de trabalho: o uso deverá ser muito cuidadoso e a manutenção criteriosa. Rodar profissionalmente implica em ganho, mas a despesa com pneus, combustível e manutenção tende a aumentar.

3) A segurança é prioridade: investir em bons equipamentos pessoais de segurança é fundamental. É também importante ter um seguro contra acidentes pessoais (caso o aplicativo não o ofereça) e também contra furto/roubo da moto.