Encontrar uma concessionária

Fique atento! Saiba como evitar acidentes de moto

Na prática

Dicas de pilotagem, segurança e muito mais. Para você melhorar o desempenho e a performance e ainda ter mais prazer a bordo da sua motocicleta.

Fique atento! Saiba como evitar acidentes de moto

Na prática 15/06/2020

O segredo para evitar acidente de moto? O principal está no título: fique atento! Pilotar uma motocicleta exige 100% de concentração 100% do tempo. Estar completamente focado é o segredo principal para evitar problemas, mas não o único. A habilidade, experiência ou até mesmo critérios questionáveis como sorte ou “santo forte” até podem ajudar, mas é a atenção o principal elemento de sua segurança.

Mesmo com ela a pleno, é impossível garantir que sua vida ao guidão será isenta de acidentes. Então, vamos a itens que podem minimizar tanto acidentes como também suas consequências negativas.

Nº 1, respeite os limites. Os da lei, os da moto e sobretudo os teus. Desrespeitar regras de trânsito é meio caminho andado para se acidentar. Exigir de sua moto mais do que ela pode dar também. Porém, o pior mesmo é desrespeitar você mesmo, esquecer que por mais habilidoso, corajoso ou arrojado que você seja, o preço a ser pago caso algo saia errado é alto demais. Nunca vale a pena correr risco e o pior deles é andar de moto em alta velocidade.

Nº 2, ande sempre equipado. Capacete, jaqueta e calça com proteções, luvas e bota. Esse é o equipamento que todo motociclista coerente, atento ao seu bem-estar físico, deve vestir sempre. Seja para ir até a padaria da esquina ou cruzar meio continente. Pesquisas indicam que boa parcela dos acidentes acontecem nas proximidades de casa, onde nos sentimos seguros, e por isso mesmo “baixamos a guarda”. Sendo assim, use equipamento para moto completo!

Nº 3, pilote defensivamente. Motocicletas são pequenas, ágeis, e por isso mesmo exigem uma atitude de pilotagem defensiva. É comum ouvirmos que não fomos vistos depois de tomar aquela fechada do carro ou do caminhão, e na maioria das vezes os motoristas tem razão, não nos viram mesmo. Assim, aprenda a se posicionar e levar ao pé da letra aquela santa receita de segurança: “ver para ser visto”.

Nº 4, manutenção em ordem. Uma moto bem cuidada não é frescura. Na hora da emergência, quando você tiver que frear, desviar ou acelerar para escapar de uma situação de perigo, vai dar graças aos céus por estar com pneus novos e calibrados, freios bem regulados e a manutenção da moto em dia.

Nº 5, escolha o bom caminho. Apreenda a identificar os percursos mais perigosos e os evite, busque alternativas. Vias expressas, rápidas e com muitas faixas de rolamento são sempre perigosas para motos. Se houver chance, prefira rodar em vias mais tranquilas, onde a velocidade é menor. Na maioria das vezes, o eventual aumento de distância será compensado por rodar em um ambiente mais tranquilo, prazeroso e muito menos hostil.