Encontrar uma concessionária

Pilote bem, seja suave

Na prática

Dicas de pilotagem, segurança e muito mais. Para você melhorar o desempenho e a performance e ainda ter mais prazer a bordo da sua motocicleta.

Pilote bem, seja suave

Na prática 13/07/2018

Tratar mal do acelerador, câmbio, embreagem e freios é sinônimo de pilotagem ruim. Quanto menor for a brutalidade nos comandos, melhor será sua pilotagem. E como toda regra tem sua exceção, neste caso ela é relativa aos freios: em caso de emergência agir nos freios de modo radical é fundamental. Mas mesmo as chamadas “frenagens pânicas”, tem suas regras. Veja em seguida o que significa “ser suave”, comando por comando:

FREIOS – Aprender a frear suavemente é o ideal. Nas frenagens mais fortes a suspensão dianteira afunda e isso diminui sua capacidade de absorção de irregularidades e coisa parecida ocorre quando a ação no freio traseiro é exagerada, que resulta quase sempre com uma indevida derrapagem. Desta maneira, aprenda a antecipar ao máximo a frenagem e usar menos força nos comandos.

GUIDÃO – O sistema de direção de uma moto é comandado pelo guidão mas na verdade quem "manda" nas mudanças de direção é seu corpo. Segure o guidão de maneira firme mas nas mudanças de direção é preciso usar o corpo, deixando o conjunto moto-piloto como se fosse uma coisa só e sem movimentos bruscos. Suavidade é o segredo para contornar as curvas de maneira perfeita.

ACELERADOR – Menos é sempre mais no que diz respeito ao acelerador e seu uso gradual, progressivo é o modo ideal para uma pilotagem perfeita. Perceba que na maioria das vezes acelerar um pouco menos quase não altera a progressão, mas ajuda muito para melhorar o consumo não só de combustível mas também de pneus e freios. O acelerador é o comando principal de qualquer moto, conexão direta com o coração que é o motor. Use sua sensibilidade para usá-lo melhor, e isso quer dizer mais suavemente.

CÂMBIO – Para evitar que o câmbio e todo o sistema de transmissão sofra é preciso caprichar nas trocas de marchas, entender em qual rotação a alavanca parece praticamente não oferecer resistência. Descobrindo esse momento, quando a marcha praticamente entra sozinha, sem quase nada de força na alavanca, significa que a manobra foi perfeita. E suave! Isso vale tanto para passar marchas como para a redução.

EMBREAGEM – De novo, “menos é mais”. Quanto menos sua mão estiver sobre a embreagem, melhor será. Toda vez que sua embreagem estiver acionada haverá desgaste  e assim, usar bem a embreagem significa usá-la pouco, e sempre suavemente.