Encontrar uma concessionária

Bruno Crivilin e a Honda CRF 250RX: pódio duplo no mundial!

Na Competição

Seja no asfalto, na terra, na lama ou na areia, a competição e o universo radical estão no DNA da Honda.

Bruno Crivilin e a Honda CRF 250RX: pódio duplo no mundial!

Na Competição 19/10/2020

No Grande Prêmio de abertura do Mundial de Enduro, realizado na França no final de setembro, Bruno Crivilin confirmou o que se imaginava: ele e a Honda CRF 250RX nasceram um para o outro! Enfrentando os melhores pilotos da modalidade, o capixaba de Aracruz conquistou um pódio “de cara” com um brilhante 3º lugar. Para confirmar que tal resultado não foi uma sorte de estreante, Crivilin repetiu o resultado na etapa seguinte, no Grande Prêmio disputado na Itália.

Aos 23 anos de idade, dono de seis títulos de campeão brasileiro, para Bruno Crivilin a chance de competir no mais alto nível do enduro é consequência direta de uma carreira que começou quando ele tinha apenas 16 anos de idade, e com o pé direito, pois foi ao guidão de uma brasileiríssima Honda CRF 230F. Com essa moto “made in Manaus”, Bruno se inscreveu na etapa de abertura do campeonato capixaba de Enduro em 2013. Como fez no Mundial, conseguiu um pódio de 3º lugar logo na estreia. Na etapa seguinte, a segunda de sua carreira recém-iniciada, venceu. Ao final daquele ano se sagrou campeão da categoria estreantes e ali ficou mais do que claro que nascia uma estrela no off-road (fora de estrada) brasileiro.

O início fulgurante da carreira foi seguido por muitas outras conquistas, e no total Bruno exibe nove títulos de campeão, seis deles no Brasileiro de Enduro. Mesmo conhecendo a Honda CRF 250RX há pouco tempo, ficou mais do que claro que a dupla promete, e que ao ser chamado para integrar o Honda Racing – a equipe que mais vence competições no Brasil em qualquer modalidade – o salto qualitativo de dominador no Brasil a protagonista do Mundial, iria acontecer.

Articulados em dois dias, os Grande Prêmios do Mundial de Enduro apresentam um nível técnico extremamente elevado e, para complicar, na etapa da Itália a meteorologia aprontou, oferecendo aos participantes um segundo dia molhado, o que tornou o que já seria difícil, quase impossível.

Alcançar uma posição no pódio duelando com mais de 40 pilotos, mostra não apenas a competência de Bruno mas também a excelência da Honda CRF 250RX, a “arma” do piloto. Tanto nesta desafiadora disputa do Mundial de Enduro, quanto nas defesas de seu título no Campeonato Brasileiro.

Próximas etapas? O Brasileiro de Enduro terá sequência em Santa Cruz de Goiás, dias 10, 11 e 12 de outubro. Já o Mundial de enduro terá sua próxima etapa de 6 a 8 de novembro em Portugal. Tanto no Brasileiro quanto no Mundial, uma coisa é certa: a dupla formada por Bruno Crivilin e sua Honda CRF 250RX serão protagonistas, com certeza!