Encontrar uma concessionária

Consumo: aprenda a calcular para economizar

Na prática

Dicas de pilotagem, segurança e muito mais. Para você melhorar o desempenho e a performance e ainda ter mais prazer a bordo da sua motocicleta.

Consumo: aprenda a calcular para economizar

Na prática 12/05/2021

O preço da gasolina está nas alturas, e mesmo você tendo optado pela economia inigualável da motocicleta para rodar por ruas, avenidas e rodovias, agora é importante tentar economizar ainda mais.

Aqui mesmo no Blog já publicamos algumas dicas que, se postas em prática, ajudam a gastar menos combustível. São sete procedimentos práticos que podem fazer você rodar mais com cada precioso litrinho.

Um jeito de economizar ainda mais é se habituar a calcular o consumo de gasolina de sua moto periodicamente. Algumas delas facilitam esta operação, pois são dotadas de computadores de bordo, capazes de fornecer dados do consumo instantâneo, média de consumo desde o último “reset” do hodômetro parcial e outros dados.

Mas, caso sua motocicleta ou scooter não seja equipada com este dispositivo, um método simples é, a cada abastecimento, conferir quantos quilômetros você rodou desde a última visita ao posto de combustíveis, e dividir a quilometragem pelos litros consumidos, obtendo assim a média de consumo, em quilômetros por litro.

O que é preciso fazer para que este importante cálculo seja preciso? Obviamente, ter a disciplina e anotar a quilometragem do hodômetro a cada abastecimento ou, no caso de modelos que tenham hodômetro parcial, lembrar de zerá-lo. Também é importante que você padronize o abastecimento, sempre enchendo o tanque.

Tudo isso no início pode parecer complicado, sem sentido, mas com o tempo você perceberá que o cálculo da média de consumo passará a ser automático, e os benefícios desta prática ficarão evidentes.

Saber com exatidão o consumo e, em seguida, raciocinar sobre o tipo de percurso e padrão da pilotagem e saber como calcular o preço da gasolina, abrirá um panorama muito amplo: através deste raciocínio será possível melhorar seu modo de pilotar, entender quais os percursos mais econômicos para um mesmo trajeto e também perceber eventuais desequilíbrios no padrão, que podem ser creditados à fatores como pneus descalibrados, má qualidade do combustível e mudança de padrão de uso, como rodar com bagagem ou passageiro.

Enfim, uma simples continha na hora do abastecimento, acompanhada de alguma disciplina, poderá fazer você economizar ainda mais combustível, um procedimento este que, neste momento de alta de preços, é mais do que bem vindo.