Encontrar uma concessionária

Off-Road: A vantagem das pequenas

Extreme

Seja no asfalto, na terra, na lama ou na areia, a competição e o universo radical estão no DNA da Honda.

Off-Road: A vantagem das pequenas

Extreme 02/04/2019

Na largada da mais importante competição fora de estrada do Brasil, o Rally dos Sertões, um modelo em especial chamava a atenção: em vez de motor ultrapotente e dimensões generosas, formas essenciais e leveza. Em vez de força bruta, agilidade.

Um leigo poderia se perguntar qual a razão que levou vários pilotos – 10 entre os 58 inscritos – a escolher uma motocicleta pequena e limitada em termos de potência para participar de uma prova tão longa – sete dias de duração e mais de 3.600 km de percurso –, que da capital de Goiás levaria os concorrentes a Fortaleza, no Ceará?

A resposta? A competência da Honda CRF230F, a mais querida off-road nacional, uma motocicleta que desde seu lançamento em 2006 comprovou que tamanho não é documento quando o assunto é encarar os piores terrenos.

Este modelo especificamente projetado para a prática do fora de estrada formou várias gerações de pilotos. Sua receita simples explora a sabedoria do “menos é mais”: leve, robusta, fácil de pilotar e com manutenção extremamente acessível, que compensa com agilidade o desnível de potência se comparada às mais sofisticadas motocicletas inscritas no Sertões, como a vencedora Honda CRF450RX pilotada por Tunico Maciel.

newwww.jpg

O contraste é brutal: na 450RX o motor tem mais de 60 cv de potência enquanto na pequena 230F a cifra fica abaixo dos 20 cv. Porém, a tecnologia empregada na menor das CRF tem o mesmo DNA da irmã maior, o que explica a tremenda competitividade.

O resultado final do rally falou por si só: apenas uma das CRF230F inscritas no Sertões 2018 oito não concluíram a prova, e a melhor classificada – pilotada por Julio “Bissinho” Zavatti – conseguiu se colocar na 9ª posição da classificação geral, e a 1ª colocada na categoria dedicadas às motocicletas fabricadas no Brasil. Tal resultado apenas complementou o “casamento” de “Bissinho” com a CRF230F, que em 2017 fez ainda melhor ao completar o Sertões na 4ª colocação da classificação geral.

Agora, a “Pequena gigante” quando o assunto é off-road, seja por lazer ou para vencer, ganhou uma irmã mais musculosa, mas que preserva as características que fizeram dela a favorita dos fãs do off-road brasileiros: trata-se da Honda CRF250F, que lançada no finalzinho de 2018 promete manter a hegemonia das Honda made in Manaus nas trilhas de todo o Brasil.