Encontrar uma concessionária

A ultrapassagem perfeita

Na prática

Dicas de pilotagem, segurança e muito mais. Para você melhorar o desempenho e a performance e ainda ter mais prazer a bordo da sua motocicleta.

A ultrapassagem perfeita

Na prática 26/05/2020

Ultrapassar é uma manobra inevitável, que pode parecer simples mas que, na verdade, exige muita técnica de pilotagem, um conjunto de habilidades que com o tempo de guidão vão sendo cada vez mais aperfeiçoadas para realizar uma ultrapassagem correta.

Motociclistas veteranos sabem o quanto a experiência acumulada – os quilômetros no lombo – ajudam a pilotar de maneira cada vez mais intuitiva, com naturalidade. O automatismo adquirido com as “horas de vôo” joga a favor de uma pilotagem mais fluida, onde a tensão dá lugar ao prazer de dominar a moto e não ser dominado por ela. Porém, no momento ultrapassagem, esta harmonia entre você e sua motocicleta é perturbada pelo alvo da manobra: quem você deverá ultrapassar.

Ao rodar na cidade a ultrapassagem de moto é algo quase contínuo, e a regra básica é a prudência para ter zero problema. Procure sempre sinalizar, e fazer notar sua presença através de posicionamento adequado. Porém, ultrapassagem segura em rodovia exige algo mais. A velocidade elevada exige mais do que foi citado no início, o “conjunto de habilidades” para resultar na ultrapassagem perfeita.

Básico, como engatar a 1ª marcha para sair, é SEMPRE realizar a ultrapassagem pela esquerda. Seja carro, caminhão, ônibus outra moto, a regra estabelecida é essa. Mais do que atender a lei, ultrapassar pela esquerda significa se apresentar por onde quem está sendo superado te espera e, desse jeito, ambos – você e quem vai ser ultrapassado – estarão mais seguros.

Montar uma estratégia também é fundamental em ultrapassagens rodoviárias. Pode parecer exagerado usar a palavra “estratégia”, mas a manobra de superar quem vai à sua frente exige ações múltiplas como sinalizar, acelerar na hora certa, reduzir uma ou mais marchas, mudar de pista e ela, a importante análise do momento e local ideal para ser realizada.

Os aspectos da lei são óbvios, mas vale relembrá-los: jamais ultrapassar na faixa dupla contínua quando em rodovias de mão dupla. Idem com relação a manter a distância de segurança, pois “colar” não traseira do veículo que vai à sua frente é um erro de consequências imprevisíveis.

Mesmo com boa visibilidade, em viagem diurna, com pista reta e plana, a ultrapassagem demanda concentração e, principalmente, uma ação decidida. Uma vez tomada a iniciativa, procure concluir a manobra da forma mais rápida possível. E, caso você pressinta que algo não está dentro do esperado, não hesite: aborte a ultrapassagem! Não seja jamais afobado e saiba esperar pelo momento correto tendo sempre em mente a segurança.  

Pelo fato de motos serem naturalmente pequenas e ágeis, assumir riscos maiores durante ultrapassagens é um erro clássico, atitude a evitar sempre. Portanto, nada de pressa para ultrapassar. Faça tudo certo e torne-se um fanático seguidor da seita da ultrapassagem perfeita! ­