Encontrar uma concessionária

Dicas para enfrentar o trânsito de moto de forma segura

Na prática

Dicas de pilotagem, segurança e muito mais. Para você melhorar o desempenho e a performance e ainda ter mais prazer a bordo da sua motocicleta.

Dicas para enfrentar o trânsito de moto de forma segura

Na prática 22/05/2020

Encarar o trânsito de moto é uma terapia que faz bem para o corpo e para a alma. Imagine só que horror ficar encalacrado dentro de um carro, no irritante para-e-anda? E o desconforto do transporte coletivo, e seus ônibus, metrô e trens sempre lotados, atrasados e mal cuidados? Fora evitar tudo isso, a moto oferece economia de tempo e dinheiro, outras boas “terapias”.

Tanta vantagem não tem contraindicação, e se alguém está pensando na segurança, importante lembrar que dirigir moto no trânsito sem risco depende mais do que tudo de bom senso: respeito às leis, dos seus limites e de sua moto e de seguir regrinhas muito simples, que farão toda a diferença.

Vamos conferir algumas dicas de como dirigir moto no trânsito:

Maneirar a velocidade – A moto já é rápida por permitir que você passe pelas frestas quando as vias ficam congestionadas. Então, para quê exagerar na velocidade? Andar rápido é, definitivamente, um fator de risco a eliminar.

Ser visto – Aprenda a se posicionar de modo a ser visto pelos motoristas. Quando você está de moto, tente ficar na maior parte do tempo em posição onde você enxergue os olhos do motorista pelos espelhos retrovisores do veículo que te precede. Se você os vê, a chance de ser visto é grande!

Manter distância – A velha frase de para-choque de caminhão, “Mantenha Distância”, deve ser seguida ao pé da letra. Especialmente em avenidas rápidas, de muitas pistas, busque sempre se colocar de modo a manter distância de quem vai à frente, mas também não descuide das laterais e traseira. E se encostarem demais, escape ou dê passagem na hora.

Siga o trilho – Em situação de trânsito intenso, quando não tem como olhar para longe na pista, posicione sua moto de maneira a rodar por onde está passando o pneu de quem está indo à sua frente. Deste modo, a chance de você se livrar de um buraco, ou de algum objeto solto na pista, é maior.

Equipamento completo – Jaqueta e calça com proteções, luvas, botas ou calçado de cano alto e capacete é o mínimo. Escolher cor clara ou, melhor ainda, em cores como as de canetas marca texto para o capacete é uma boa ideia, assim como vestir sobre a jaqueta um colete reflexivo.

Manutenção em dia – Acostume-se a verificar o funcionamento da luz traseira e de freio com frequência, assim como, semanalmente, verificar a pressão e o estado de desgaste dos pneus.

Aprenda a prevenir – No trânsito pesado a concentração tem que estar em seu nível máximo. A pilotagem deve ser não apenas defensiva, mas preventiva: desconfie mais do que confie dos motoristas a sua volta. Esteja preparado para reagir a uma inesperada manobra alheia e isso implica em imaginar situações de risco, e raciocinar sobre como escapar delas, tendo cuidado nas ultrapassagens e caminhos.