Encontrar uma concessionária

Dicas para fazer um test ride completo

Primeiros passos

Nem todo começo tem que ser difícil: a experiência de quem sabe para aqueles que querem e precisam ficar sabendo.

Dicas para fazer um test ride completo

Primeiros passos 20/07/2020

O teste da moto que você almeja comprar é uma facilidade oferecida pela grande maioria das concessionárias. Aliás, disponibilizar moto para test ride é apenas uma das vantagens que uma revenda autorizada oferece, lugar ideal para você ter não apenas dicas de motos como dicas para andar de moto.

Decidido a comprar uma moto ou scooter? Por mais que você tenha pesquisado, e em sua mente não haja nenhuma dúvida sobre qual é o modelo ideal, a visita à concessionária complementada pelo test ride será fundamental.

Rodar mesmo que seja uma curta distância com o modelo desejado e, eventualmente, aproveitar a chance para experimentar outras motos, pode confirmar definitivamente que sua escolha é a correta, ou te mostrar que existe alternativa melhor.

Os vendedores das concessionárias Honda são treinados para conhecer com profundidade as características de cada um dos modelos do extenso catálogo da marca no Brasil. Desta maneira, eles agirão como bons conselheiros durante o processo de seleção de sua futura companheira sobre rodas.

Abaixo, algumas dicas importantes para que sua busca por uma nova moto seja um sucesso:

INFORMAÇÃO – Antes de se dirigir à concessionária Honda mais conveniente para você, busque saber se o modelo desejado está disponível para um test ride. Caso a resposta seja positiva, questione sobre quais os horários mais adequados e/ou se é necessário fazer agendamento. Aproveite e pergunte quais outros modelos estão disponíveis para um teste.

EXIGÊNCIAS – Pergunte o que é necessário para pode fazer o test ride, tanto em termos de documentação como quanto a equipamento. É claro que só podem realizar testes em via pública pessoas com CNH válida, e munidas do equipamento mínimo exigido por lei, ou seja, o capacete. Mas, lembre-se, equipamento de segurança, quanto mais, melhor.

ANTES DO TESTE –  A maior quantidade de informação que você puder ter sobre o(s) modelo(s) testado(s) aumenta a chance de acertar na escolha. Não tenha vergonha de perguntar absolutamente tudo o que achar necessário, e lembre que o vendedor é treinado para sanar todas as tuas dúvidas, inclusive as técnicas, e não apenas as relativas à formas de pagamento, financiamento, consórcio, eventual troca e demais modalidades de negócio.

NO TESTE – Informe-se claramente quanto ao tempo e roteiro do percurso padrão. Antes de partir ou mesmo ligar o motor, e já ao guidão do modelo escolhido para o test ride, acione os comandos e busque o melhor posicionamento. Não tenha vergonha de perguntar algo que você não saiba ou lembre, como por exemplo onde fica a torneira de combustível (se houver), como comutar farol baixo/alto, entender as informações no painel e até mesmo sobre o posicionamento das marchas. Uma vez em movimento, lembre-se que o objetivo maior de um test ride não é verificar a performance do modelo, coisa inadequada diante de seu eventual desconhecimento tanto da moto quanto do percurso, mas sim ter uma impressão das características gerais da motocicleta durante uma tocada tranquila.

DEPOIS DO TESTE – Verifique aspectos práticos que serão fundamentais para confirmar ou não sua escolha. Por exemplo, a facilidade durante manobras de estacionamento, a existência ou não de compartimentos para guardar documentos ou suportes para prender/levar objetos, e até mesmo a proteção oferecida por equipamentos como carenagem e para brisa. A ergonomia é sempre um ponto importante, e alcançar convenientemente os pés no solo e se sentir capaz de movimentar a moto quando estacionada é imprescindível.

CONTRAPROVA – Caso você tenha ficado em dúvida, inseguro com sua escolha, busque testar outros modelos. Lembre sempre que a experiência dos profissionais das concessionárias Honda é uma ferramenta a ser usada em seu benefício, e deste modo pedir um conselho ou opinião é uma atitude inteligente de sua parte. Muitas vezes, a melhor escolha será feita depois de poder refletir um tempo a respeito do test ride, deixando a emoção de lado e pensando racionalmente . Portanto, não se sinta obrigado a decidir nada na pressa: volte no dia seguinte e, se for o caso, repita o teste para ter a certeza de fazer a melhor escolha.