Encontrar uma concessionária

Itens básicos para pilotar de forma segura

Primeiros passos

Nem todo começo tem que ser difícil: a experiência de quem sabe para aqueles que querem e precisam ficar sabendo.

Itens básicos para pilotar de forma segura

Primeiros passos 24/06/2020

Como pilotar uma moto de forma segura? Seguindo procedimentos simples, mas que farão toda a diferença para quem está dando seus primeiros passos para andar de moto de maneira correta. Importante é ter algumas dicas de pilotagem, especialmente nesta fase inicial, quando experiência é tudo o que você não tem. E isso você pode encontrar aqui mesmo no blog, em Dicas de moto para iniciantes e em 5 dicas para quem está começando.

Estudar atentamente estes conselhos não vai garantir que você estará imune a problemas, pilotando moto com segurança de uma hora para outra, mas informação é o primeiro passo para “chegar lá”. Outro passo rumo ao ZERO problema ao guidão é estar equipado: capacete, luva, jaqueta com cotoveleira, calça com joelheira e botas de moto.

Novatos ao guidão funcionam meio na base dos extremos, ou nada equipados, ou equipados demais. Pior destes erros? De longe é menosprezar os itens básicos de segurança que podem, ao pé de letra, salvar sua pele e algo mais. No momento da compra do equipamento a coerência é importante, e um bom conselho para novatos é optar pelo conforto, começando pelo capacete.

Existem modelos de todos os tipos no mercado brasileiro. Dos mais simples, do tipo aberto, aos integrais iguaizinhos ao dos campeões das pistas, que são projetados para proteger em tombos a 300 km/h. Para suportar essa velocidade sem desestabilizar a cabeça dos pilotos, e resistir aos tombos, acabam sendo difíceis de vestir e tirar da cabeça. Você precisa de um desse no começo de sua vida ao guidão?  Seguramente não, então a escolha certa é um modelo simples, fácil de usar, para que você se acostume e passe a nem notar que está de capacete.

Mesmo discurso vale para a indumentária, jaqueta e calça, que devem ser resistentes e dotadas de proteções embutidas ao menos nos ombros e cotovelos. Quanto a calças, você até pode facilitar sua vida optando por usar uma que não seja específica para andar de moto, desde que use proteções externas, conjuntos de joelheira/caneleira integrados que podem ser vestidos sobre qualquer calça.

Quanto aos pés, a dica é parecida com a dos capacetes, pois existem modelos de botas super sofisticadas que são tremendamente protetivas, mas difíceis de se usar no dia-a-dia, sendo mais indicadas para uso em viagens longas ou em pista. Para quem está começando e pelo menos até pegar o jeito não irá se aventurar nem em estrada nem em competições ou track days, vale optar pela bota de meio cano ou um calçado resistente que ao menos cubra seu tornozelo.   

Terminamos com as luvas, item fundamental de proteção já que com as mãos machucadas – e nem precisa ser muito machucadas – sua vida fica bem difícil. Modelos com proteções plásticas, fáceis de vestir e sobretudo confortáveis são a escolha certa, assim como é certo que você, novato, no começo vai estranhar usar esse aparato todo, e até achar que é exagero, que não precisa e coisa e tal. Isso é um erro: equipar-se corretamente para andar de moto é o passo certo para você iniciar uma longa e ótima relação com sua