Encontrar uma concessionária

Honda CB 1300 Super Four, uma naked lendária

Clássicos

Momento nostalgia: as motos que fizeram história mundo afora.

Honda CB 1300 Super Four, uma naked lendária

Clássicos 24/02/2021

Na metade de 2007 chegou ao Brasil uma das mais impressionantes motos criadas pela Honda: a CB 1300 Super Four. O modelo trazia o maior motor quatro cilindros em linha jamais produzido pela Honda para uma motocicleta, e um design clássico que fez dela – e ainda faz! – uma das mais ambicionadas naked de todos os tempos.

A receita desta espetacular CB 1300 Super Four incorporava elementos que todo fã das lendárias Honda valoriza, e que estão no DNA de motos que fizeram a história da marca. Um exemplo é o motor quatro cilindros em linha, herança direta da primeira superbike da história, a CB 750 Four do final dos anos 1960. Na CB 1300 Super Four, o motor Honda quatro em linha alcançou sua capacidade máxima, de nada menos que 1.284cm3.

Esta poderosa “alma” da CB 1300 Super Four conciliava não apenas elevada capacidade cúbica como trazia a mais avançada tecnologia disponível então – comando de válvulas duplo no cabeçote (DOHC), refrigeração líquida e o exclusivo sistema de alimentação por injeção eletrônica PGM-FI (Programmed Fuel Injection).

Concebida para ser ao mesmo tempo poderosa e confortável, a CB 1300 Super Four não era exagerada quanto a potência máxima, de 115cv a 7.500rpm, porém, o torque de 11,9kgfm a 6.000rpm evidenciava o espírito desejado pelos projetistas: oferecer uma motocicleta capaz de respostas imediatas ao acelerador a qualquer regime de rotação, uma espécie de versão em duas rodas dos lendários “muscle cars” norte-americanos e seus enormes motores V8.

Na ciclística, a Honda CB 1300 Super Four seguia o tom dado ao seu motor, de entremear classicismo com alta tecnologia: era equipada com um tradicional chassi berço duplo tubular de aço, mas com uma robusta e moderna balança de suspensão traseira de alumínio, na qual dois conjuntos mola-amortecedor Showa, com reservatório de gás externo, se destacavam pelo visual e eficiência. À frente trazia uma conservadora e robusta suspensão telescópica com tubos de 43mm. Dois discos de freio na dianteira, de nada menos que 310mm de diâmetro, dotados de cálipers de quatro pistões, e um disco simples atrás (256mm), cáliper de pistão simples, garantiam a força de frenagem capaz de conter os cerca de 240kg em ordem de marcha da CB 1300 Super Four.

A derradeira versão vendida no Brasil, lançada em 2009, vinha com frenagem ABS (opcional) e catalisadores no sistema de escape 4x1, que adequavam as emissões do motor às exigências do Promot 3. Tal modificação reduziu a potência máxima para 111cv e o torque a 11,6kgfm, uma ínfima diminuição que em nada afetou o caráter da maior naked Honda.

Imponente, poderosa, moderna e, ao mesmo tempo, clássica, a CB 1300 Super Four é uma “cult bike” desde seu surgimento, ou seja, um modelo buscado pelo seu desempenho, design mas também pelo seu significado histórico. No Brasil foi importada durante apenas três anos, de 2007 a 2009, o que faz dela especialmente rara e disputada por inúmeros admiradores.